Cartão de Cidadão
Alteração de Morada

A actualização da morada no cartão de cidadão é obrigatória sempre que se verifiquem alterações, em especial quando o titular passa a ter residência no estrangeiro. 

Se vive e trabalha na Suíça sendo títular de 'permis' B ou C, o seu cartão de cidadão deve ter a morada neste país, não em Portugal. Peça alteração da morada.

Se tiver os códigos PIN do seu Cartão de Cidadão (CC) ou a Chave Móvel Digital (CMD) ativa, pode alterar a morada do seu cartão de forma fácil e rápida através da internet, por telefone, ou no Consulado em Zurique (mediante marcação) ou num Espaço Cidadão ou balcão de atendimento do IRN/Cartão de Cidadão, em Portugal.


ALTERAR ONLINE

Para alterar a morada precisa 1) ou do Cartão de Cidadão, do respetivo código PIN e de um leitor de cartões, ou 2) do código PIN da sua CMD e do telemóvel que lhe está associado.

O serviço é gratuito.

Para confirmar a alteração de morada precisa, obrigatoriamente, do Cartão de Cidadão, do respetivo código PIN, e de um leitor de cartões.

LIGAR (00 351) 300 003 990

Precisa de ter a Chave Móvel Digital (CMD) ativa e de ter a aplicação Autenticação.gov instalada num dispositivo Android ou num dispositivo iOS.

O serviço é gratuito; a chamada para a rede fixa nacional será paga de acordo com o seu plano tarifário.

Disponível nos dias úteis das 09:00h às 18:00h, e aos sábados, das 09:00h às 15:30h (horário de Portugal continental).

NO CONSULADO

Para alterar a morada precisa do Cartão de Cidadão e do respetivo código PIN.

Após o pedido, receberá uma nova carta, a apresentar no Consulado no prazo máximo de 60 dias.

Para confirmar a alteração também precisará, obrigatoriamente, do Cartão de Cidadão e do respetivo código PIN.

O valor do serviço é CHF 3,35. 


A alteração da morada só se torna efectiva no momento da confirmação, não do pedido. 

Os cidadãos que tenham número de identificação fiscal (NIF) e sejam residentes na Suíça ficam ainda obrigados a designar um representante fiscal com residência em território nacional. A nomeação deve ser efetuada junto de qualquer serviço de Finanças/Autoridade Tributária, de maneira a que a situação fique regularizada perante esta entidade.