Recenseamento Eleitoral

Todos os cidadãos portugueses maiores de 17 anos têm o direito e o dever de promover a sua inscrição no recenseamento eleitoral, bem como de verificar se estão inscritos e, em caso de erro ou omissão, requerer a respetiva rectificação.

O recenseamento eleitoral é voluntário para os cidadãos nacionais residentes no estrangeiro. Se vive na Suíça e pretende votar, deve pedir o seu recenseamento.

Os cidadãos nacionais maiores de 17 anos, residentes na área de jurisdição do Consulado-Geral de Portugal em Zurique, promovem a sua inscrição junto da respectiva comissão recenseadora. A inscrição é presencial e feita mediante marcação prévia.

Documentos a apresentar

    • Cartão de Cidadão válido com morada na Suíça
    • Título de residência ('permis'/Ausländerausweis)

    Como é que o eleitor confirma e assina a sua inscrição?

    No acto de inscrição, a Comissão Recenseadora imprime a ficha de eleitor, para que o mesmo confirme a informação e a assine. Esta certidão substitui para todos os efeitos o cartão de eleitor, que já não é emitido. O eleitor recebe também uma certidão que confirma a sua inscrição.

    Quando inscrever-se no recenseamento?

    As operações de inscrição no recenseamento eleitoral, bem como as de alteração e eliminação de inscrições, decorrem a todo o tempo, sendo suspensas, porém, 60 dias antes de cada eleição ou referendo, e até à sua realização, podendo no entanto "ainda inscrever-se até ao 55.° dia anterior ao dia da votação os cidadãos que completem 18 anos até ao dia da eleição ou referendo".

    Como consultar os cadernos eleitorais?

    Entre os 39.º e o 34.º dias anteriores à eleição ou referendo, são expostas nas sedes das comissões recenseadoras as listagens das alterações ocorridas nos cadernos de recenseamento, para efeito de consulta e reclamação dos interessados.

    NOTA: O eleitor pode ainda consultar diretamente os dados constantes dos cadernos eleitorais que lhe respeitem, através de meios informatizados, nomeadamente pela Internet: www.recenseamento.mai.gov.pt

    Como se processa a votação?

    Eleições legislativas. O Ministério da Administração Interna envia o boletim de voto para a morada indicada no caderno de recenseamento, a partir de 37 a 35 dias antes da votação. Os cidadãos recenseados no estrangeiro apenas podem votar por via postal, utilizando a correspondência que lhe for remetida para a sua residência.

    Eleições presidenciais e para o Parlamento Europeu. Ambas as votações são presenciais. O Consulado está aberto durante dois dias (sábado e domingo) para permitir o exercício do direito de voto. Os eleitores devem apresentar um documento de identificação português e o cartão ou a certidão de eleitor.

    Como fazer transferência de inscrição?

    Em caso de alteração de residência para outra circunscrição, os eleitores nacionais residentes no estrangeiro promovem a transferência da sua inscrição junto da entidade recenseadora da circunscrição da nova residência.


    Início > Serviços Consulares > Recenseamento Eleitoral